Última atualização em .

Wall Street fecha no positivo já no final de uma sessão volátil na segunda-feira, após negociações fortemente negativas no início do pregão, em meio a um aumento no volume de vendas antes da reunião do banco central dos EUA no final desta semana. Espera-se que o Fed esboce uma política de aperto fiscal em meio à inflação crescente, embora não se espere que ele mude taxas. O comitê irá preparar o primeiro de 3 a 4 aumentos de taxas a partir de março e também iniciar o aperto quantitativo. Além disso, os traders permaneceram cautelosos antes dos grandes relatórios de resultados corporativos das empresas de tecnologia desta semana, incluindo IBM, Microsoft, Tesla e Apple. Até agora, 74% das empresas do S&P 500 que divulgaram resultados superaram as estimativas de Wall Street, mas algumas empresas importantes, como Goldman Sachs e Netflix, decepcionaram nos resultados divulgados na semana passada. O Dow Jones subiu 100 pontos depois de cair mais de 1.100 pontos nas mínimas da sessão, o S&P ganhou 0,3% e o Nasdaq subiu 0,6%, depois de cair 4,9%.

Seguindo essa aversão ao risco, o Ibovespa fechou a sessão em queda de 0,92% a 107.937 pontos, mesmo com a virada de Wall Street. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) +0,07%, Itaú (ITUB4) -0,13% Bradesco (BBDC3) +1,03%, Petrobrás ON (PETR3) +0,17% e Petrobrás PN (PETR4) +0,57%.

 

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário