Última atualização em .

Bovespa acompanha ocidente e fecha em alta

As ações na bolsa dos EUA obtiveram uma pequena alta, evitando as perdas que ocorreram na Europa e na Ásia, enquanto os investidores avaliavam o risco de que o vírus Corona da China pudesse conter o crescimento global. Rendimento dos títulos do tesouros dos países subiram com investidores buscando refúgio do risco e a cotação do barril de petróleo caiu.

As altas das ações das grandes empresas de tecnologia ofuscaram as perdas das empresas de bens de consumo, fornecendo sustentação suficiente para levar o Nasdaq a um novo recorde. Outros mercados mostraram maior preocupação com as possíveis consequências do surto de Corona vírus, com o petróleo caindo para o nível mais baixo desde novembro, devido às especulações de que o vírus poderia prejudicar a demanda. 

Mais cedo, o Shanghai Composite Index da China caiu 2,8% no último dia de negociação antes do feriado do Ano Novo Lunar, a maior queda em oito meses, já que os traders consideraram o potencial impacto do vírus em viagens e compras.

Os destaques de hoje da Bovespa foram Itaú +2,37% (ITUB4), Ambev -2,10% (ABEV3), Bradesco +2,64% (BBDC4), Petrobrás ON +0,68% (PETR3), e Petrobrás PN +1,06 (PETR4). Bovespa subiu 0,96% aos 119.527 pontos renovando máxima histórica. Dólar caiu 0,26% a R$ 4,1703.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário